17/01/2009

'Tudo novo de novo'


Fogos, champagne, branco, sete pulos nas ondas do mar...

Ela não entendia o porquê de tanta comemoração se, ainda que fosse a passagem de um ano para outro, tudo voltaria a ser como era antes (ou não?). Os amigos ainda seriam os mesmos, assim como a mesma casa, a mesma rotina, o mesmo desejo de mudança que permanecia ali, esperando – quem sabe?- a virada do ano, ou qualquer outra ocasião que lhe oferecesse ânimo e coragem suficientes para realizar aquelas modificações que se faziam cada vez mais latentes e necessárias em sua vida.

(...) Mas então ela resolveu cair no rito e estabelecer as tão sonhadas mudanças que eram planejadas há muito tempo:
Agora sim, ela trocaria de vida, de rumo; independentemente se a terra desse, ou não, mais uma ou duas voltas ao redor do sol. Sua vida mudaria e, de certa forma, ela andava preocupada com os rumos que ela poderia tomar. Talvez um novo amor, ou, quem sabe, um amor novo. Novos amigos, novas responsabilidades...
Tudo isso em mais 365 dias! Aí a sede pelo novo viria lhe visitar novamente e quem sabe, ela não iria aproveitar o ensejo pra desfazer as mudanças que realizou no ano anterior, e que por descuido, azar, ou destino... não vingaram...
Esse era o fascínio que a mudança trazia pra sua vida. A vantagem de poder construir, ou destruir, voltar atrás, refazendo os caminhos que já foram traçados, estabelecendo novas metas e escolhas...
Pra melhor talvez...
Mas o que ela não poderia, e nem queria fazer era deixar de ouvir a voz do seu coração, aquela que fala mais alto e que sempre (ainda que obedecê-la possa trazer um certo sofrimento) faz as coisas se encaixarem e se explicarem no final.

5 comentários:

HnicoH disse...

Hello Miss,
Just to say you Thanks for your playlist in your profil, i discovered things i will listen with pleasure ! I'm already fan of Ze Ramalho !
Adios ;)

Flávia Lago disse...

Hello, boy (uehuehue) Thank you for your compliment. The Brazilian music is, in fact, very good. The art is really universal. Zé Ramalho is very good, try listening also Nando Reis and... Chico Buarque !
You'll like it!
Kisses, Flavinha.

Descharth disse...

O ano novo acaba depois do carnaval, quando voltamos a nossa velha rotina de planos e sonhos desfeitos, e começamos a planejar o próximo ano novo.

A voz do coração é a que mais nos faz mudar. Coração metamorfo, se hoje te odeio amanhã lhe tenho amor... lhe tenho horror.....

Fernanda Elisa disse...

Oi Flá,

Tem um presentinho pra vc no blog, vai lá buscar!

http://fernandapansica.blogspot.com/2009/01/opa-o-blog-foi-premiado-com-o-meme-das.html

Caique Gonçalves disse...

Belas palavaras. É justamente essa esperança pelo porvir que nos mantém vivos em todas as acepções possíveis da palavra. Só uma sugestão: reveja essa música que rola em seu blog, pelo menos no meu caso, não gosto nenhum pouco de ler e ouvir música ao mesmo tempo, pelo menos mude o repertório, ponha um que mais tenha a ver com esse ambiente que você quer criar em seu blog.
Abraço