09/08/2008

Amor x Sexo

Amor e paixão em algumas vezes se confundem, seja pela intensidade e qualidade no sexo, ou seja, pelas loucuras que a paixão nos provoca: as emoções intensas, o desespero e apelo corporal que a acompanham. O que os difere mesmo é que no amor, o sexo fica em segundo plano, mas não que ele seja menos importante. Até porque, os que amam sabem muito bem o quanto é intensa uma noite de amor com seus amados.
Ainda que o sexo nem seja tão bom e "selvagem", uma relação com quem amamos é melhor, talvez porque ela transcede os limites do corpo- nessa relação forma e conteúdo são consonantes, como se fossem gêmeos siameses. E é pelo poder de comparação que é, sim, existente e latejante em nós, simples mortais, que nos damos contas dessas emoções e sensações tão díspares que sexo e tesão, paixão e amor nos provocam.
No amor o que mais importa é o bem estar do outro, ainda que esse outro esteja melhor sem a nossa presença! A proteção é uma das palavras chave, talvez a palavra que melhor o caracterize.
Ah, e sem contar na amizade, cumplicidade... no ombro amigo que vai estar sempre lá, sempre disposto a te proteger, ajudar, te ouvir...Ainda que você nem seja a mais perfeita, a mais linda, e tampouco, a mais inteligente, porque quem ama, no sentido verdadeiro da palavra, não liga muito pra essas coisas.
Amar é querer bem!

Post inspirado num texto de A. Jabor (cujo título não me vem na memória agora).



3 comentários:

Fernanda Elisa disse...

Ah, mas que saudade que eu estava de ler vc, Flávinha!

E vim em boa hora, pois estava precisando de um post desse. E vc resolveu meu problema.

AMAR É QUERER BEM.

Te quero muito bem viu!?
De verdade...

Lindo post!

Bjo da amiga de sampa

Flávia Lago disse...

Ahhh que fofo!
Eu também te quero muito, mas muito bem; amiga de blog de Sampa!
beijO

Andrea disse...

Ola, adorei o q vc escreveu estava num momento meio q triste, indecisa e isso me ajudou.Obrigada.
bj Andréa