14/10/2008

Nando Reis- O poeta cantor


Dotado de uma pungente e caudalosa inspiração, inspirado por fortes sentimentos presentes em cenas corriqueiras, desde as relações humanas ao amor, cujas letras exprimem o mais puro lirismo- dignas de uma grande significação na arte poética. Ele, o poeta-músico-cantor-produtor, Nando Reis, ex-integrante da banda de rock Titãs desde 2002, tem emergido no cenário nacional em função de suas numerosas e prestigiosas canções.
São composições que tratam dos mais diversos assuntos, desde amor, onde exprime o amor não correspondido e sofrimentos causados por espaço e tempo; família, em que seus filhos fazem parte de uma quantia significativa das composições (com destaque para Espatódea, Sophia e O mundo é bão Sebastião); passando pelo futebol: ele é São Paulino doente e possuí uma coluna semanal no jornal O Estadão sobre o esporte, além de uma música gravada pela banda Skank (Uma partida de futebol); até assuntos polêmicos como, por exemplo, a sexualidade humana. Dentre elas, a mais polemizada é Monóico, que faz referência ao Hermafroditismo e Pansexualismo - tema muito recorrente na atualidade.
Por falar em polêmica, ele admitiu não usar mais drogas e nem álcool, a partir do processo de composição do Álbum “Sim e Não” em 2006. Isso porque, segundo ele, atrapalhava a concentração do processo criativo. Uma outra polêmica envolvendo o nome do cantor ocorreu com sua saída da banda Titãs, que aconteceu de forma não muito amigável, sendo um dos motivos a falta de espaço e tempo para o desenvolvimento de sua carreira solo.
Foi compondo para outros artistas de sucesso como Skank (Resposta), Marisa Monte (Diariamente), Cidade Negra (Aonde você mora?) e Jota Quest (Do seu lado) que o compositor Nando Reis se destacou no cenário musical, firmando seu nome no hall dos sublimes compositores da “nova MPB”. Além desses cantores, vale ressaltar a amizade e íntima ligação que ele possuía com a cantora, e também compositora, Cássia Eller, pra quem ele compôs a Música All Star (dentre outras em que fizeram parcerias) que possuí um trecho exaltando a afinidade entre os amigos, dizendo o seguinte: “O tom que eu canto a minha música para a tua voz parece exato



O cantor já havia feito alguns álbuns solo, mesmo ainda fazendo parte dos titãs, mas foi somente em 2004 , com a gravação do CD “ MTV Ao Vivo” que a sua carreira solo foi realmente consolidada. Nesse trabalho, além de seus Hits eternizados, as músicas de maior destaque foram Mantra e Por Onde Andei que fizeram sucesso inclusive no meio radiofônico, em que sua banda Os Infernais também está presente. Aliás, banda que pra ele é como uma espécie de família: “uma banda que sobe no palco toda junta, todo mundo com a mesma importância, mesma função”. E, em função disso, faz sempre questão de acrescentar o nome “Os Infernais” aos Cd’s, por considerá-los de uma importância fundamental em sua carreira.
Seu último trabalho lançado em 2007 foi uma coletânea de suas principais canções em formato acústico e bem despojado: o “Lual MTV”, produzido pela MTV, dirigido por ele próprio e lançado pela gravadora Universal, a maior do país (e do mundo!), na qual ele possuí total liberdade. Nele há a participação de alguns cantores e amigos do ruivo, como Samuel Rosa, Andréas Kisser, Andréa Martins e Negra Li.
Uma das maiores críticas ao cantor, faz referência a sua voz e suas “desafinadas”. Ele as rebate dizendo: "Sei que sou um cantor de recursos limitados. Muitos acham minha voz anasalada. Mas não há botox ou plástica para resolver isso". Mas não é nada que tenha tanta importância e retire todo o prestígio merecido e conquistado aos poucos por ele, dono de um forte carisma musical, intelecto intangível, bem acompanhados de identidade musical ímpar e um lirismo poético e metafórico que varia da linguagem tensa à distensa sem perder o foco: cantar o amor a vida!

12 comentários:

Mari Rosell disse...

PERFEITO!!!Não sei porque, mas eu concordo com tudo que está escrito!!!hahahahaha...o RUIVO eh foda pra caralho mesmo!!!
AMO com todo meu coração de fã!

Beijos espciais e ruivas pra ti amiga Flor!

Flávia Lago disse...

Ahhhh, Mari, que maravilha!
Fico feliz por teres gostado!
Obrigada, de coração.
Como eu te disse, há coisas inexplicáveis e a forma que apareceste em minha vida, por mais que tenha sido meio que...bizarra, no fundo...bem lá no fundo tem uma explicação: Que a música deixa as pessoas mais perto umas das outras!
Beijo, beijo, beijo, Flavinha.

Mari Rosell disse...

Sim, a música traz uma paz capaz de unir os mais diferentes seres...Une todos aqueles capazes de amá-la!
Nando nos uniu...Mesmo que estejamos a muuuuitos quilometros de distância!

Blog da Priiiii disse...

gostei da cor do blog, hehe
bjuss

ஜॐ♥ஜnikita ஜॐ♥ஜ disse...

Adorei o blog, tá lindo!!!!

Nando Reis!!! Nossa, ele é um poeta! As músicas são belíssimas, de uma sensibilidade sem tamanho!
Muito bom!!!

Mariana disse...

eu estou viciada em nando reis....
todas as musicas sao lindas e a sensibilidade dele é tamanha que serve para todos os meus momentos.. e para todos os momentos de muitas pessoas...


beijos

Layssa disse...

Nandooo texto lindo amiga=)

Nando = musicas lindas
Músicas que marcaram uma epoca linda da minha vida, mas que agora prefiro recolher...
Por algum tempo terei que me abster de Nando reis... ou não.. sei la rsrsrs!
Amo demais as músicas, e por ama-las assim prefiro guarda-las em minha memoria...

Te amo amiga...
Texto lindo.. como todos que são de sua autoria

Flávia Lago disse...

Isso, mas não recolha! Isso é fruto da "água mais pura que Deus fez em você". Deu seu melhor, isso basta pra te deixar mais feliz...Se todas as pessoas se esforçassem pra ser assim as coisas seriam muito melhores!
Tenha orgulho e siga em frente minha flor. Sei o quanto dói, mas as feridas cicatrizam um dia e com vc não vai ser diferente!
Te amo muito, muito, muito!

"Mas quem perdeu foi ele, porque foi ele quem ficou sem mim!" (Nando Reis)

Monique disse...

bom, comentei aqui pq era o ultimo post! ;D
A Flavita, de muito bom gosto seu blog. É legal, ter uma lugar assim por aqui na net...
'Uma mulher letrada é outra coisa'
hahahaah

Não vou falar nada sobre o Nando pq não tenho palavras *__*

unh fica bem SEMPRE. ta?

beijO

Michele disse...

Estava justamente aqui lendo, quando volto para o meu blog e vejo um comentário seu, que bacana!
Eu adorei aqui. Muito bom o seu texto e a sua maneira de se expressar, de uma forma jornalista e agradavel.. e melhor ainda é ler ouvindo: somewhere over the rainbow, que creio que é uma das musicas mais lindas que existe.

Guilherme disse...

Olá Flávia!
Acessei seu blog aí, e logo de início 2 coisas me chamaram a atenção:
1. Um post sobre Nando REis, que considero o maior compositor do Rock brasileiro na atualidade.
2. A música "Somewhere over the rainbow" solada maravilhosamente bem.

Daí, nao precisava mais nada. Parabéns :D

dah uma passada lah no meu..
bjao

Fernanda Elisa disse...

Ah, vc e seu amor pelo ruivo!
Como ele te faz bem!
E como vc nos faz bem!

Fiquei admirada de saber de algumas autorias dele, não sou bem informada quando a música.

E gostei da foto do beijo.

O Nando é um talento neh?!
Como nos faz bem!

Estava com saudades daqui.
Prometou não ficar tão ausente, mas é esse Brasil, que exige trabalho e estudo ao mesmo tempo, que me mata!

Beijos amiga de longe...
Mas que está sempre tão perto.